O mundo encantado dos livros

Desde a gravidez penso em ler histórias para Luiza. Não tive muito tempo e o acesso a livros infantis foi pequeno nessa fase.  Ainda na gravidez comprei dois livrinhos, mas a história é voltada para crianças a partir dos dois anos então estes foram guardados esperando o momento. Mas agora ela ganhou três livrinhos da tia Carol: Chapeuzinho Amarelo, Festa no Céu e Adivinha o quanto Eu te Amo. As três histórias também voltadas para crianças maiores. Mas resolvi ler assim mesmo. Inicialmente achei que ela não fosse se interessar, pois as histórias são compridas para a idade e exigem um tempo de concentração. A surpresa é que ela simplesmente amou a Chapeuzinho Amarelo, também pudera, escrita por Chico Buarque e ilustrada por Ziraldo. Uma história ótima e bem divertida. Ela presta atenção durante toda a história e sorri muito na parte em que o lobo tenta fazer a chapeuzinho voltar a ter medo dele! Quando a história acaba ela quer que eu repita.

Um outro livro que ela tem é Hora da Diversão do Bebê, esse já é mais voltado para a idade dela. É um livro interativo, bem colorido e com paginas de papelão, neste as crianças são estimuladas a procurar os personagens e quando os encontra podem sentir através do toque as diferentes texturas nas fotografias vazadas e preenchidas em tecidos diferentes. Ela também adora esse livro e está sempre mexendo nele. Tem também um livro de pano, a história é curtinha e é bom, pois esse ela pode manipular a vontade.

 Por enquanto os brinquedos dela são arrumados no tapete de EVA no meio da nossa sala. Deixo todos os brinquedos disponíveis e os livros ficam nesse mesmo lugar. Ela pode pegar os livros quando quiser, nós apenas vamos orientando para que ela não coloque na boca e ensinamos como virar a pagina com cuidado para não rasgar as folhas. Nem foi preciso muito tempo e  ela já vira a folha direitinho. Quanto a colocar na boca é mais difícil, pois como ela ainda está na fase oral tudo vai para a boca. Mas a gente vai dizendo que não pode e ela quando vai colocar já olha logo para a gente, já sabe que vamos alerta-la. O importante é que o acesso aos livros e brinquedos seja fácil, assim também será fácil associar o prazer de brincar com o prazer de ler e futuramente brincar de ler e ler com prazer.

Bom, eu já decorei a história da Chapeuzinho Amarelo todinha! E adoro contar quantas vezes ela solicita, melhor ainda é  ver a reação dela. Os outros livros são muito bons também, ela também gosta de ouvir as histórias. Só faço uma ressalva ao livro Festa no Céu, a história é ótima, uma lenda do nosso folclore, mas a ilustração com um pássaro indo para a festa com a garrafa na “mão”, depois na festa segurando uma garrafa e um copo, perdendo o copo na sequência, tropeçando de bêbado mais tarde e finalmente caído no chão abraçado a uma garrafa no final da festa é o fim da picada!!! Nota zero para o ilustrador!!! Esse tipo de realidade não deve ser colocada num livro infantil,  não dessa forma.

O  mágico é ver minha pequena, tão pequena ainda, já encantada com o mundo das letras!

 

Esta entrada foi publicada em Histórias para a sementinha. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *