2 anos!

Cheia charme!

Cheia charme!

Chegamos ao segundo ano de vida dessa sementinha que definitivamente mudou nossos rumos. Nesses momentos um turbilhão de coisas passam por nossas cabeças. Hoje eu passei o dia pensando que você agora estava deixando de ser bebê, iniciando um processo de separação emocional entre nós duas.  É maravilhoso assistir você crescer, mas as vezes dá um pouco de medo/insegurança, porque perto da gente tudo parece mais seguro, pareço capaz de evitar tudo de ruim…mas essa é uma grande ilusão. Agora que sou mãe de uma menininha sinto as mudanças chegando, sinto que a casa deve se readequar, que eu tenho que mudar algumas coisas para acolher você da melhor forma em suas necessidades.

Você agora passa pelo Terrible Twos, neurologicamente falando seu cérebro está passando por transformações importantes para seu desenvolvimento e este é um momento delicado. Você se sente confusa, não consegue expressar ainda suas emoções, seus desejos e muitas vezes acaba berrando, se jogando para trás na tentativa de nos fazer entender o quão frustante é não saber se comunicar completamente. Eu entendo filha, embora as vezes é complicado te segurar para que você não se machuque. Eu e papai lemos muito sobre esse momento e estamos aprendendo muito sobre como te ajudar e sobre como isso é importante para seu desenvolvimento. E é assim, se informando, que a gente consegue evitar muitas dessas birras e todo o caos que as vezes parece se estabelecer dá lugar a alegria de seu sorriso.

Essa é uma fase linda também. Você está aprendendo muito. Fala tudo, já constrói frases. Questiona, compara, canta, dança. Recentemente conheceu os Beatles e sua musica favorita é Yellow Submarine. Canta enquanto brinca com suas bonecas. Adora me ajudar nas tarefas domésticas e o que mais tem gostado é cortar os alimentos com sua faquinha, está cada vez mais craque nessa tarefa. Cozinhar comigo é um prazer, nem sempre a mamãe consegue administrar a bagunça, mas assim você tem aprendido varias coisas. Tudo que estamos preparando você experimenta e assim conhece o gosto da cebola e sabe que ela faz arder os olhos, que o gengibre é gostoso mas é bem melhor na comida, reconhece quase todas os legumes e frutas, adora tomatinhos. Essa semana cortando um tomatinho com sua faquinha acabou arranhando o próprio dedo, melhorando ainda mais a forma de manusear a faca. Adora fazer bolo e biscoitos com a mamãe e sempre come mais do que ajuda!

Também está aprendendo a cortar papel com tesourinha e fica toda concentrada nessa tarefa. Ajuda a mamãe a lavar louça e de quebra lava a cozinha, pois molha tudo. Está aprendendo a arrumar a cama e também ajuda a guardar as roupas. Outra coisa que aprendeu recentemente é jogar o lixo no banheiro apertando o pedal da lixeira sem colocar a mão na tampa, e quer fazer isso mil vezes.

Parece estar lateralizando e deve ser canhota, algumas tarefas realiza com a mão direita, mas a maioria é com a mão esquerda. As vezes a mesma tarefa tenta com as duas mãos, mas termina sempre com a mão esquerda. Já sabe o movimento de desenhar bolas e cada vez que repete esse movimento o desenho fica mais perfeito. Reconhece algumas cores…principalmente o “gemelho” (vermelho).

A pergunta que mais repete é: que isso? ou quem é esse? Solta um “oxe” para cada coisa que vê fora de contexto, como por exemplo a alça da minha blusa caída: Oxe mamãe, veste! O mouse caído no chão: Oxe, mase caiu! entre outras.

A escaladora!

A escaladora!

Anda todo o quintal e adora escalar as pedras. Quando vamos ao rio, adora caminhar e dizer que é escaladora! Agora sai com o pai numa boa e na saída fala mil vezes: Tchau mãe, já volto viu!!!

Cada dia cresce…cresce tanto que eu não sei onde vai parar, não só em tamanho, mas nas atitudes que cada dia mais revelam a menininha por trás do bebê que a mamãe insiste em enxergar.

Todos os dias, sem exagero, eu aprendo mais com você. Todos os dias eu agradeço a Deus por essa oportunidade de te ver crescer. Todos os dias eu tenho vários motivos para sorrir…é só olhar para você.

Brincando no rio!

Brincando no rio!

Dois anos atrás, nesse exato momento, estava sentido as ultimas contrações, você nasceu e veio para meus braços, nunca vou esquecer a primeira vez que nos olhamos, a primeira vez que você mamou. Gostaria de poder guardar na memória tudo, lembrar de todos os momentos detalhadamente, é impossível, mas sei que o melhor está guardado em nós três e nunca vai se apagar.

Não existem palavras capazes de expressar tamanho amor. Não existe como descrever tamanha felicidade, hoje você completa mais um ano de vida, linda, saudável, inteligente, a menina dos meus sonhos. Só quero agradecer por ter me escolhido, por iluminar meus dias.

Te amo filha, felicidades sempre. A mamãe e o papai estará sempre ao seu lado zelando para que você tenha uma vida plena e feliz!

 

Esta entrada foi publicada em Histórias para a sementinha. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *